Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Conjuntura - exportações suíças de relojoaria continuam a aumentar

As exportações relojoeiras suíças continuam a recuperar - registaram um aumento em valor da ordem dos 9,3 por cento em Outubro, comparado com o mesmo mês de 2016. No acumulado dos 10 meses, a subida é agora de 2,4 por cento.

Quanto a Portugal, Outubro registou uma quebra de 9,8 por cento nas importações de relógios suíços, interrompendo um ciclo de aumento. Já no acumulado do ano, Portugal regista um aumento de 15,6 por cento, sendo o vigésimo país de destino da relojoaria helvética.

Meditações - tempo de alegria


Do Facebook

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Janela para o passado - florista Romeira, 1998

Iconografia do tempo - "fazer as onze"


Um vinho que recupera o conceito "fazer as onze"

Relógios H. Moser no Relógios & Canetas online


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.

Chegada ao mercado - caneta Montblanc High Artistry, homenagem a Hannibal Barca Limited Edition


Montblanc High Artistry, homenagem a Hannibal Barca Limited Edition.

General cartaginês, Aníbal Barca (247 - entre 183 e 181 aC) é considerado um dos maiores comandantes militares da antiguidade, ombreando com nomes como Júlio César ou Alexandre o Grande. Por vezes apelidado de "pai da estratégia", as suas táticas militares foram adotadas até pelos seus inimigos.

Saindo da Espanha dominada pelos cartagineses com um pequeno exército, Aníbal atravessou os Pirinéus e os Alpes, em direcção a Itália, levando consigo elefantes preparados para o transporte de materiais e para o combate. Estava-se na Segunda Guerra Púnica. Nos seus primeiros anos na Itália, Aníbal obteve três vitórias dramáticas e consecutivas - Trebia, Lago Trasimene e Cannae.

Em homenagem ao seu génio estratégico, a coleção Hannibal da Montblanc apresenta várias técnicas excepcionais, desde corte e configuração de pedra ,passando pela lacagem e tecnologia de ponta, como o uso de laser ultravioleta.

O design das novas edições High Artistry é inspirado nos principais eventos da Segunda Guerra Púnica e pela travessia dos Alpes, em 218 aC, com os célebres elefantes. Cada uma das edições apresenta uma tampa com a forma de um elefante e um clipe em forma de tronco do animal. Em referência ás suas façanhas militares, muitos detalhes usados nas edições evocam a armadura militar usada pelo exército púnico.

Quando os generais de Aníbal o advertiram de que seria impossível atravessar os Alpes nas costas de um elefante, ele terá dito: "Aut viam inveniam aut faciam" ("Eu vou encontrar um caminho ou fazer um").


Com um número de limitação de apenas cinco peças em referência aos cinco grandes generais da família de Hannibal, o homólogo para o instrumento de escrita Hannibal Barca Limited Edition 5 contrasta a tampa e corpo em safira azul escuro com acessórios de ouro Champagne. O meio da tampa é adornado com um escudo de ouro oval, evocando um escudo púnico. Pela primeira vez na história da Maison, o emblema da Montblanc que coroa a caneta de aparo foi substituído por um modelo gravado em 3D do maciço do Mont Blanc em cristal de rocha, uma referência á passagem dos Alpes por Hannibal. O marfim de mamute no cone é gravado com uma ferramenta e técnicas especiais devido à sua extrema fragilidade. A arte das gemas foi aplicada à decoração do instrumento de escrita com diamantes cortados individualmente embelezando o clipe em forma de elefante, um diamante de corte brilhante de aproximadamente 2 cts no cone e duas safiras azul escuro que adornam o aparo de ouro de champagne sólido Au750

A homenagem High Artistry a Hannibal Barca Limited Edition 10 inspira-se na Batalha de Cannae, uma das maiores conquistas táticas da história militar, quando Hannibal derrotou um novo exército romano de tamanho sem precedentes com um exército muito menor que capturou 10.000 soldados romanos. Neste projeto pioneiro para a Montblanc, uma base de titânio antracite foi combinada com uma sobreposição sólida de revestimento de ouro branco, criando um contraste refinado com os dois acabamentos diferentes. Pela primeira vez, uma barra cheia de ônix preto foi inserida na sobreposição do corpo à mão, outra característica inovadora desta edição. Um aceno para a proeza militar do general, o plano estratégico da Batalha de Cannae é gravado em bicolor no barril. O emblema de Montblanc que coroa o instrumento de escrita é trabalhado a partir de ágata branca dentro do cristal de rocha, uma combinação que lembra as montanhas nevadas que o exército de Hannibal encontrou durante sua expedição militar. O corpo tem a forma de arco de um navio de combate cartaginês e termina com uma única safira de aproximadamente 0,74 ct.

A edição final da coleção, a High Artistry Hannibal Barca Edition 86 combina vários materiais e técnicas para criar um elaborado instrumento de escrita para o grande estratega militar. O número de limitação é uma referência aos 86.000 homens que cruzaram os Alpes com Hannibal. Em outra inovação de design para Montblanc, a tampa é feita de madeira embelezada com um padrão, lembrando a pele da pantera, Hannibal e seus generais usavam para proteger seu braço e ombro esquerdo. O efeito é criado usando a nova tecnologia de laser ultravioleta de alta precisão para proteger a superfície da madeira de qualquer dano de calor, ao mesmo tempo que obtém um efeito laser elegante. O tom da madeira é reforçado com acessórios em ouro vermelho. O tronco do elefante é feito de ouro rosa, e seus olhos são ajustados com cor de conhaque, diamantes cortados com marquise. Um tributo à campanha de Hannibal para a Itália, o cone possui lacagem de granulação, uma técnica especial que envolve várias rodadas de gravura na laca para criar uma superfície semelhante à do mosaico. O aparo de ouro rosa é decorado com uma gravura especial de uma grinalda de louro. Em referência à sua expedição através dos Alpes, o topo da tampa é feito de granito com o emblema de Montblanc em madrepérola.



Limitada a apenas uma peça mundial como uma homenagem a este indivíduo destemido e com um preço de 1,5 milhões de euros, a homenagem High Artistry à Hannibal Barca Limited Edition 1 apresenta uma combinação de ouro branco e diamantes contrastando com um corpo completo de safiras azuis. O clipe do tronco do elefante é um dos mais sofisticados já concebidos pela Montblanc com todas as pedras colocadas no clipe e a cabeça do elefante da tampa individualmente cortada e ajustada à mão, exigindo meses de trabalho meticuloso. Devido à forma incomum do clipe, o Montblanc Artisan Atelier desenvolveu um clipe externo para alcançar o design e a estética do tronco alongado do elefante, ao mesmo tempo que fornece alta precisão e função de clipe suave. O encaixe de ouro branco destaca-se contra o azul profundo das safiras no corpo da caneta, embelezado com fileiras individuais de diamantes. Comemorando a sua jornada épica para a vitória, a parte anterior do instrumento de escrita está gravada com a sua rota de Cartagena até Roma. O aparo de ouro é decorado com um design especial que representa a divindade cartaginesa Baal'Hammon e é adornado com dois diamantes de corte brilhante.




A colecção completa-se com botões de punho.

Memorabilia - porta-chaves ETA SA Fabriques d'Ébauches


Acervo Fernando Correia de Oliveira (doação Paulo Anastácio)

Grande Prémio de Relojoaria - os finalistas na categoria Complicações


É já no próximo dia 28 de Novembro que serão anunciados os vencedores da primeira edição do Grande Prémio de Relojoaria, iniciativa do Anuário Relógios & Canetas e do Eco - Economia online. Em baixo, os finalistas na categoria de Complicações.

Se quiser participar na categoria "Preferência do Público", onde os finalistas de todas as categorias concorrem em pé de igualdade face à votação online, vá aqui.


Blancpain Villeret Quantieme Perpetual 8 Days Automatic 42mm. Caixa de ouro vermelho, vidro de safira na frente e no verso. Calibre automático, com 8 dias de autonomia. Calendário perpétuo com correcção através de correctores separados, embutidos na caixa.


Glashütte Original PanoGraph Cronógrafo Flyback. Cronógrafo de carga manual, de roda de colunas, flyback, com contador decrescente de 30 minutos e sinal sonoro indicando o fim do intervalo de tempo. Horas, minutos e segundos descentrados. Grande data. Caixa de 40 mm, de ouro.



Vacheron Constantin Harmony Chronograph. Cronógrafo de carga manual, de roda de colunas, mono-botão, com segundos do cronógrafo ao centro. Escala pulsométrica. Com 65 horas de autonomia e indicador de reserva de corda. Caixa de 42mm x 52mm, de ouro rosa.

Meditações - perder tempo

Perder tempo não merece
qualquer tipo de perdão,
pois é sempre sem razão
que esse pecado acontece!

João de Castro Nunes

domingo, 19 de novembro de 2017

Janela para o passado - perfume Calvin Klein, 1998

Memorabilia - cubo de acrílico, comemorativo da nova fábrica, relógios Omega


Bloco de resina, comemorativo da inauguração do novo edifício dos relógios Omega, evento em Biel



Iconografia do tempo - cruz de Calatrava (relógios Patek Philippe)


Vinho Calatrava e calibre Patek Philippe. A manufactura tem como símbolo a cruz da Ordem de Calatrava

Relógios Girard-Perregaux no Relógios & Canetas online


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.

Grande Prémio de Relojoaria - os finalistas na categoria Relógio Desportivo


É já no próximo dia 28 de Novembro que serão anunciados os vencedores da primeira edição do Grande Prémio de Relojoaria, iniciativa do Anuário Relógios & Canetas e do Eco - Economia online. Em baixo, os finalistas na categoria de Relógio Desportivo.

Se quiser participar na categoria "Preferência do Público", onde os finalistas de todas as categorias concorrem em pé de igualdade face à votação online, vá aqui.


Montblanc TimeWalker Chronograph Automatic. Cronógrafo automático, com data. Ponteiro central dos segundos do cronógrafo. Caixa de 41 ou 43 mm de aço. Luneta de cerâmica.


Omega Speedmaster Moonwatch Co-Axial Master Chronometer Moonphase Chronograph. Caixa de 44,25 mm, de aço, Luneta de cerâmica. Cronógrafo automático de roda de colunas, escape co-axial. Certificação Master Chronometer emitida pelo METAS. Espiral de silício, dois tambores de corda montados em série. Indicação de data por ponteiro, indicação de fases da lua. Autonomia de 60 horas.


Ulysse Nardin Diver Chronograph Artemis Racing. Limitado a 250 exemplares. Caixa de 45,8 mm, de aço, Luneta unidireccional. Estanque até 200 metros. Cronógrafo automático, com data.

Meditações - o homem e o tempo

It is the insertion of man with his limited life span that transforms the continuously flowing stream of sheer change … into time as we know it.

Hannah Arendt

sábado, 18 de novembro de 2017

Janela para o passado - Oficina Real, 1998


Malas Cartier no Relógios & Canetas online


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.


Memorabilia - tampões para os ouvidos, relógios Breitling

Grande Prémio de Relojoaria - os finalistas na categoria Relógio Masculino


É já no próximo dia 28 de Novembro que serão anunciados os vencedores da primeira edição do Grande Prémio de Relojoaria, iniciativa do Anuário Relógios & Canetas e do Eco - Economia online. Em baixo, os finalistas na categoria de Relógio Masculino.

Se quiser participar na categoria "Preferência do Público", onde os finalistas de todas as categorias concorrem em pé de igualdade face à votação online, vá aqui.


Hermès Slim d’Hermes L’heure impatiente. Caixa de 40,5 mm, de ouro rosa. Calibre automático. Complicação inédita – assinala sonoramente, por contagem decrescente de 60 minutos, uma hora determinada pelo utilizador, numa janela possível de 12 horas.



Porsche Design Monobloc Actuator GMT Chronotimer All Titanium. Cronógrafo automático, accionado por alavanca embutida na caixa. Função GMT, com escala de 24 horas. Caixa de 45,5 mm, de titânio. Estanque até 100 metros. Bracelete de titânio.


Zenith Defy El Primero 21. Caixa de 44 mm, de titânio. Cronógrafo automático, capaz de medir centésimos de segundo.

Meditações - hora certa

Para tudo existe uma hora,
faça a gente o que fizer:
o tempo lembra uma nora
ora a subir ou descer!

João de Castro Nunes

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Janela para o passado - talheres Topázio, 1998

Jóias Cartier no Relógios & Canetas online


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.



Memorabilia - saco, relógios Hamilton


Grande Prémio de Relojoaria - os finalistas na categoria Relógio Feminino


É já no próximo dia 28 de Novembro que serão anunciados os vencedores da primeira edição do Grande Prémio de Relojoaria, iniciativa do Anuário Relógios & Canetas e do Eco - Economia online. Em baixo, os finalistas na categoria de Relógio Feminino.

Se quiser participar na categoria "Preferência do Público", onde os finalistas de todas as categorias concorrem em pé de igualdade face à votação online, vá aqui.


Franck Muller Vanguard Color Dreams. Calibre de quartzo. Caixa de 35 x 46,2 mm, de ouro rosa.


Piaget Limelight Gala, Calibre de quartzo. Caixa de 32 mm, de ouro branco. Diamantes na luneta e nas asas.


Ulysse Nardin Jade Cloisonne Lionfish. Calibre automático, caixa de ouro rosa, mostrador de esmalte Grand Feu e Cloisonné. Diamantes na luneta. Indicador de posição da coroa. As funções são accionadas sem puxar a coroa, mas antes movendo-a para a frente e para trás.